Seguidores

domingo, 6 de junho de 2010

Movimento


Atento-me ao movimento,
Folha, sombra, vento.
Atento-me no vai, no vem, no pára.
Mas não pára, não descansa, não dorme.
A vida dança no calor das horas,
das vozes,
dos passos.
A vida convida mais um ao abraço,
E abre os braços e sorri,
e pula, e vibra,
e chora, e grita.
Numa eterna evolução,
eternas convulsões de corpos
de espíritos.
Numa roda viva,
roda da vida,
ora embaixo, ora em cima,
Ora alegre, ou com dor infinda.

Dança aqui, dança acolá.
Nesse mundo, no espaço, no mar.
O movimento faz crescer,
Faz continuar.

Jane Santos

Um comentário:

Graf disse...

parabens menina, muito legal....